Voltar ao início do site !Chamar por telefone !Enviar um e-mail !
Acessar o FaceBook da Méritos !

República - Da Revolução de 1930 à Ditadura Militar (1930-1985) - Volume 4 - Coleção: História Geral do Rio Grande do Sul

Diretor: René Ernani Gertz
Coordenadores: Nelson Boeira, Tau Golin
Autores:Adhemar Lourenço da Silva Jr, Ângela Flach, Áurea Petersen, Carla Simone Rodeghero, Carlos Roberto da Rosa Rangel, Claudira do S. C. Cardoso, Clarissa Eckert Baeta Neves, Claudemir de Quadros, Denise Gros, Elizabeth Pedroso, Elomar Calegaro Tambara, Francisco Rüdiger, Gentil Corazza, João Farias Rovati, Letícia Borges Nedel, Luís Augusto Fischer, Luiz Fernando Mazzini, Márcia Ramos de Oliveira, Marcos Gerhardt, Maria Helena Camara Bastos, Maria Lúcia Bastos Kern, Marluza Marques Harres, Paulo Roberto Rodrigues Soares, René E. Gertz, Ronaldo Herrlein Jr., Vanda Ueda
Págs.: 578
Edição: 1ª
Formato: 18x23 cm
Idioma: Português (passagens em espanhol)
Lançamento: 2007
ISBN: 9788589769372

r$ 99,90

 

 

 

 
   

Resumo

O volume 4 abrange da Revolução de 1930 até o fim do regime militar, um dos períodos mais ricos em transformações na história da humanidade. Nessa época, ocorreu o levante gaúcho contra o poder central; o período do Estado Novo e da Segunda Guerra Mundial; o golpe de 1964; das mudanças culturais da década de 60; das grandes transformações na atividade agrícola nos anos 70. O volume 4 abrange da Revolução de 1930 até o fim do regime militar, em 1985, um dos períodos mais ricos em transformações na história da humanidade, do Brasil e, por conseqüência, do próprio estado gaúcho. Nessa época, ocorreu o levante gaúcho contra o poder central, em 1930; o período do Estado Novo e da Segunda Guerra Mundial; o golpe de 1964; das mudanças culturais da década de 60; das grandes transformações na atividade agrícola nos anos 70. Trata-se de uma história da política, da economia, da sociedade e de temas culturais da realidade rio-grandense. A primeira parte é, certamente, a mais clássica, no sentido de que se faz uma história política tradicional, com as divisões usuais. A segunda, tematiza fenômenos históricos que estavam ausentes ou eram pouco visíveis anteriormente. Mesmo que tenham existido movimentos sociais urbanos e rurais antes de 1930, por exemplo, foi após essa data que ganharam visibilidade e ressonância. Houve a industrialização e o desenvolvimento das infra-estruturas viária, energética e de comunicações, cuja importância em momentos anteriores foi bem menor. O próprio desenvolvimento das estatísticas, permitindo uma análise mais apurada do desenvolvimento e do movimento das populações, também foi típico e específico dessa fase. É, porém, na parte que trata dos aspectos culturais, onde, provavelmente, registram-se as maiores diferenças. Indústria cultural e preocupações com o meio-ambiente são exemplos marcantes de temas específicos dos anos posteriores a 1930. Portanto, esta é uma obra interdisciplinar. Por mais que seja um livro de história, os leitores encontrarão aqui uma série de autores de áreas afins, sociólogos, geógrafos,economistas, literatos, arquitetos, comunicólogos, e outros.

Coleção História Geral do Rio Grande do Sul:

Volume 1 Volume 2 Volume 3 -
Tomo I
Volume 3 -
Tomo II
Volume 4 Volume 5
Colônia Império República - República Velha 1889-1930 República - República Velha 1889-1930 República -
Da revolução de 1930 à ditadura militar (1930-1985)
Povos Indígenas

 

 
 

Apresentação

René E. Gertz

Este é o quarto volume da História Geral do Rio Grande do Sul, abrangendo, grosso modo, o período que vai da Revolução de 1930 até o fim do regime militar, em 1985. É um dos períodos mais ricos em transformações na história da humanidade, do Brasil e, por conseqüência, do próprio estado gaúcho. É o período do levante gaúcho contra o poder central, em 1930, o período do Estado Novo e da Segunda Guerra Mundial, do golpe de 1964, das mudanças culturais da década de 1960, das grandes transformações na atividade agrícola nos anos 1970 – só para citar alguns dos marcos localizados nesse espaço de tempo.

A estrutura básica é semelhante à dos demais volumes – uma história da política, da economia e da sociedade, e, por fim, uma gama ampla de temas que se pode classificar como de aspectos culturais da realidade rio-grandense do período. A primeira parte é, certamente, a mais “clássica”, no sentido de que se faz uma história política tradicional, com as divisões usuais. Na segunda parte, aparecem alguns elementos diferenciadores em relação aos volumes precedentes, pois este volume trata de temas e de fenômenos históricos que estavam ausentes ou eram pouco visíveis nos períodos anteriores. Mesmo que tenham existido movimentos sociais urbanos e rurais anteriores a 1930, por exemplo, será após essa data que ganharão visibilidade e ressonância. A industrialização e o desenvolvimento das infra-estruturas viária, energética e de comunicações são outros temas típicos desse período, cuja importância, em momentos anteriores, foi bem menor. O próprio desenvolvimento das estatísticas, permitindo uma análise mais apurada do desenvolvimento e do movimento das populações, também é típico e específico dessa fase.

É, porém, na parte da história que trata dos aspectos culturais que, provavelmente, se registrem as maiores diferenças – e, possivelmente, também algumas das deficiências mais significativas – em relação aos volumes anteriores. Indústria cultural e preocupações com o meio-ambiente são exemplos marcantes de temas específicos dos anos posteriores a 1930. Infelizmente, tanto as limitações de espaço dentro deste volume quanto as dificuldades em encontrar autores capacitados e disponíveis fizeram com que uma série de temas característicos, mas também temas “tradicionais” – presentes nos demais volumes – não pudessem ser incluídos aqui. Temos plena consciência dessas deficiências, mas elas não derivam só da nossa incapacidade ou da nossa falta de interesse por esses temas. Num empreendimento em que se depende da boa vontade dos autores e no qual regras de editoração proíbem, por exemplo, que um mesmo autor apareça mais de uma vez no conjunto da obra, pode-se tornar difícil achar as pessoas certas para tratar determinado assunto com competência. Pedimos desculpas por esses problemas.

Quanto aos aspectos positivos, cabe registrar que talvez seja o volume mais interdisciplinar da coleção. Apesar de tratar-se de um livro de história, os leitores encontrarão aqui uma série de autores de áreas afins – sociólogos, geógrafos, economistas, literatos, arquitetos, comunicólogos, e outros.

Por fim, cabe destacar que alguns textos fogem dos padrões usuais da coleção quanto à sua extensão. Isso se deve ao fato de que certos blocos temáticos, em vez de serem desmembrados em dois ou até três, puderam ser tratados de forma integrada num único texto, por um único autor. O caso mais notório é o que trata dos vários gêneros de imprensa e da indústria cultural. São temas tão amplos e diversificados que poderiam ter sido tratados em vários capítulos, mas estão aqui agregados em um único capítulo que, por essa razão, extrapolou o tamanho usual.

Apesar das deficiências reconhecidas, espera-se que o volume tenha alguma utilidade para um maior conhecimento da história do Rio Grande do Sul posterior a 1930.

 
 

Sumário

Apresentação

René E. Gertz / 9

I. O governo de Flores da Cunha

Carlos Roberto da Rosa Rangel  / 17

O governo de Flores da Cunha: entre o regional e o nacional / 26

II. Estado Novo

René E. Gertz / 39

III. O sistema partidário: a redemocratização (1945-64)

Ângela Flach, Claudira do S. C. Cardoso / 59

Década de 1940: estruturação e consolidação do sistema
partidário  / 61
Década de 1950: retomada da polaridade entre as duas principais correntes políticas PTB/PSD, com proeminência do PTB / 66

IV. Regime militar e oposição

Carla Simone Rodeghero / 83

Da primeira operação limpeza ao AI-5 (1964-68) / 84
Os anos de chumbo (1968-73) / 95
Da distensão à abertura (1974-79) / 101

V. Agricultura: da associação à modernização

Luiz Fernando Mazzini Fontoura / 117

A pecuária bovina de 1930 aos anos 60 / 118
A pecuária tradicional / 119
O pastoreio / 121
A pecuária no milagre dos anos 70 / 125
A lavoura / 127
A modernização / 128
A lavoura de trigo e soja / 130
A lavoura de arroz / 133
A integração / 134

VI. Indústria e comércio no desenvolvimento econômico (1930-85)

Ronaldo Herrlein Jr., Gentil Corazza / 137

Antecedentes históricos / 139
A expansão industrial e comercial de 1930 até os anos 50 / 142
A crise regional e a transformação da economia (1959 a 85) / 153

VII. O papel das redes técnicas: transportes, energia e telecomunicações

Vanda Ueda / 169

As redes de transportes e as mudanças socioeconômicas e territoriais  / 170
O sentido dos fluxos: o sistema rodoviário / 175
As empresas elétricas: de capital internacional a gestão regional / 181
Das companhias privadas a um sistema de integração nacional:
o papel das telecomunicações / 185

VIII. Movimentos sociais urbanos (1930-85)

Áurea Petersen, Elizabeth Pedroso / 193

Movimento sindical urbano / 194
Movimentos comunitários / 214
Movimento ambientalista / 219
Movimento das mulheres / 224
Movimento de Defesa dos Direitos Humanos / 228

IX. Movimentos sociais rurais

Marluza Marques Harres / 235

A criação do Master / 239
Apoios e riscos: outras tendências atuando na organização dos agricultores / 242
 Uma avaliação crítica da capacidade de desenvolvimento sulino / 244
 Governo estadual e Master / 247
A desapropriação da Fazenda Sarandi  / 249
A mobilização da Igreja Católica: Frente Agrária Gaúcha / 250
A reorganização dos anos 1970 / 254

X. Associações de classe patronais e ação política

Denise Gros / 257

O período anterior a 1930 / 258
Os anos 1930 a 45: a era Vargas / 261
Os anos 1945 a 64 / 265
Os anos 1964 a 85: o regime militar e a redemocratização / 268

XI. Em busca da classe média

Adhemar Lourenço da Silva Jr. / 273

Supondo que a classe média exista, como encontrá-la? / 277
Até que ponto o assalariamento seria o critério definidor da
nova classe média por oposição à tradicional?  / 283

XII. Rio Grande do Sul – do rural ao urbano: demografia, migrações e urbanização (1930-85)

Paulo Roberto Rodrigues Soares / 291

A construção da sociedade urbana no século XIX / 292
As migrações e a distribuição da população / 296
A urbanização na segunda metade do século XX / 300
Crescimento e estruturação da Grande Porto Alegre / 302
A demografia acompanha a urbanização / 305
Uma composição étnica diferenciada da população brasileira / 311

XIII. A educação (1930-80)

Elomar Calegaro Tambara, Claudemir de Quadros, Maria Helena Camara Bastos / 315

A educação primária como preocupação do estado / 317
A direção da renovação / 322
A construção de prédios escolares / 326
Reestruturação administrativa da SEC/RS de 1971 / 328
Urbanização, expansão da educação estatal e feminização / 330

XIV. Educação Superior (1930-85)

Clarissa Eckert Baeta Neves / 335

Emergência da idéia de universidade / 336
Interiorização da educação superior / 342
O impacto da Reforma Universitária de 1968 / 348

XV. Cotidiano, mídia e indústria cultural: modernidade e tradicionalismo, dos anos 1930 à atualidade

Francisco Rüdiger / 355

Passagens para a modernidade / 358
Unificação do mercado e integração nacional / 364
Dependência regional e desenvolvimento associado / 371
O triunfo do globalismo / 376
Instantâneos da publicidade / 381
Regionalismo e globalização / 386

XVI. Saber-se local: configurações do regionalismo no campo intelectual

Letícia Borges Nedel / 399

O Folclore, as províncias e as alternativas de institucionalização
da pesquisa social no Brasil / 410

XVII. A era Erico e depois

Luís Augusto Fischer / 427

A literatura gaúcha nas histórias literárias atuais / 428
Sistema de formação e modernização / 431
Erico e a Globo / 435
A geração de 30 / 440
Invenção das tradições / 443
Começo da nova geração / 445

XVIII. Artes visuais: tradição e modernidade

Maria Lúcia Bastos Kern / 449

A emergência do campo de arte e o debate entre regionalismo e
nacionalismo / 450
O campo da arte e as tensões ideológicas durante o Estado Novo / 459
 As novas práticas artísticas / 467
O campo de arte sob a ditadura militar e as manifestações das
artes contemporâneas / 475

XIX. Arquitetura

João Farias Rovati / 483

Construções / 484
Cidades / 486
Arquitetos / 489
Modernidades / 497

XX. Entre representações e estereótipos: o tipo gaúcho como expressão na música gravada no século XX

Márcia Ramos de Oliveira / 505

XXI. História ambiental (1930-85)

Marcos Gerhardt  / 527

Bibliografia e fontes primárias / 545

Os autores / 569

 
 

 

   
   
      


Aceitamos cartões de crédito:


(55) 54-3313-7317
E-mail: sac@meritos.com.br

© Livraria e Editora Méritos Ltda.

Rua do Retiro, 846 - CEP 99074-260
Passo Fundo - RS - Brasil


FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

Tecnologia e proteção de dados:
PAYPAL - eBay Inc.
PAGSEGURO - Universo Online S/A